Serviços Pro Bono

A responsabilidade social é assumida como constituindo parte integrante do código genético de LMA-ADVOG.

Caso pretenda beneficiar dos nossos serviços a título pro bono, poderá entrar em contacto com o nosso escritório através de e-mail ou preenchendo o formulário disponível no nosso site.

3 comments on “Serviços Pro Bono
  1. dheeraj sood diz:

    Good Morning

    I have clients who are applying for Golden visas in portugal. One requirement for them is to have a bank account in portugal. Can we open Portuguese bank accounts for them from India through Power of attorney? client has purchased property at pine hills, vilamoura.

    Best Regards

  2. luis miguel de sousa maduro diz:

    boa tarde

    tenho um processo no tribunal de setúbal, ao qual para me defender preciso de advogado e com isto não tendo dinheiro fica em espera.
    tudo isto remonta a 2008 com uma divida a ge money depois disso a divida foi vendida sem o meu conhecimento a hefesto empresa essa que so descobri porque tirei o meu crc no banco de Portugal recentemente ao qual quem toma conta da carteira de clientes é a whitestar então neste momento tenho a whitestar a tentar me cobrar, e tenho uma solicitadora que ate a cga foi descobrir que vou receber uma pensão, acabo por obter as informações por estes meios, mas tirando isso existem aqui 2 coisas muito suspeitas e do qual pondero pedir indemnização, a policita de dados 2016 a divida foi vendida a hefesto antes de 2016 existe uma livrança feita a ge money essa livrança que eu saiba não é transmissivel. segundo uma divida passada 5 anos os tribunais estão a considerar muitas prescritas a minha já vai em 12 anos. escrevo vos para poder ter uma opinião mais detalhada visto que a lei joga conforme o poder.
    aguardo resposta
    com os melhores cumprimentos
    luis maduro

  3. Miguel Farias diz:

    Boa tarde,

    O assunto é o segui-te, o meu pai trabalhou num restaurante durante doze anos, entretanto o restaurante fechou em 2018, como tal a entidade patronal, por mútuo acordo, ficou a dever 5675€. O que é certo é que o meu pai não recebeu dinheiro nenhum, apesar de várias tentativas de contato. Dia 03 de Julho de 2020 o meu pai infelizmente faleceu.
    A minha questão é o que posso fazer para receber o que lhe era de direito, sendo que foi um assunto muito complicado e desgostoso para o meu pai.

    Aguardo alguma informação,
    Atentamente,
    Miguel Farias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

CAPTCHA (ANTI-SPAM) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.